terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

TERMOS USADOS PELOS ORQUIDOFILOS- DE A a Z

                    

                                                     A

ADUBAÇÃO FOLIAR - Aplicação de adubos para serem absorvidos diretamente pelas folhas, geralmente, além do nitrogênio, fósforo e potássio, possui micro elementos.

AGENTE POLINIZADOR - Ave ou inseto que fecunda a flor
ALBA - Variedade de cor de determinada espécie, na grande maioria é branca sem pigmentação de uma espécie ou híbrido albino.

ANTERA - Parte final da coluna, onde estão localizadas as políneas.

APICAL - No ápice, refere-se a orquídeas com inflorescências no topo do pseudobulbo.

ASSIMBIÓTICO - Processo de reprodução de orquídeas utilizando sementes e meios de cultura com componentes nutritivos que permitem seu pleno desenvolvimento. Quando bem executado, podemos obter milhares de orquídeas com uma única cápsula de sementes. Knudson descobriu este processo em 1922.

                                                   B
BASAL - Na base. Refere-se a orquídeas com inflorescências na base do pseudobulbo.

BAINHA - Qualquer estrutura tubular protetora que envolve outro órgão da planta. É a parte que constitui a base de uma folha e que abraça total ou parcialmente o ramo ou o caule.

BIFOLIADA - Diz-se das orquídeas simpodiais que possuem duas folhas.

BULBO - Órgão de armazenamento de reservas nutritivas, geralmente subterrâneo, e comparável a um gomo na medida em que contém, em embrião, as folhas e por vezes as flores da planta. Eles permitem que numerosas plantas suportem longos períodos de inatividade total (dormência), e que apresentam frequentemente uma membrana protetora chamada túnica.ex de uma planta de bulbos: cattleya warnerii.
                      

                                                     C

CANA - Pseudobulbo alongado, parecendo cana-de-açúcar. Folhas alternadas. ao contrario do bulbo , a cana não mantém uma reserva atuando apenas como condutora das raizes as folhas da orquídea, por isso o cultivo é diferente por causa do tipo do bulbo! fique atento!!! bom cultivo!!!ex de uma planta de cana: Cattleya Brabantiae.

                         
COLUNA - Corpo em que as partes masculinas e feminina da flor se encontram fundidas. A coluna é uma característica essencial para a identificação das orquídeas. Órgão sexual das orquídeas.

                     



CULTIVAR- Na orquidofilia "cultivar" é para definir uma planta especifica dentro de uma espécie. Indica geralmente quem a cultivou, se tornando uma planta especifica particular e única, que possui características individuais diferente das outras da espécie.
geralmente essa planta tem um nome após o nome da espécie principal.  ex: Cattleya walkeriana "rafaela donato". Reparem que na escrita o nome fantasia é escrito diferente do nome da espécie e também é separado por aspas.

                                                D
DESCANSO HIBERNAL - Descanso vegetativo da planta.
DIVISÃO - Refere-se ao processo ou nova planta obtida através de uma outra planta adulta.

DRENAGEM - Material usado no fundo do vaso a fim de permitir que o "substrato" tenha escoamento perfeito da água.

                                                 E
EPÍFITAS - plantas que se desenvolvem sobre as árvores. Por meio de suas raízes aéreas, bem mais desenvolvidas, absorvem nutrientes do ar e da agua e também da matéria orgânica que se aloja sobre suas raízes e que é transformada em nutriente por fungos e insetos que vivem em simbiose na natureza.


ESPATA - Capa protetora que desenvolve o escapo floral quando em desenvolvimento. Quando aparece, significa que a floração está próxima.

ESPÁTULA - Órgão que encobre e protege os botões florais no início do crescimento.

ESPÉCIE - Um tipo individual de planta que possui características distintas de outras plantas do mesmo gênero.

ESTIGMA - Parte superior do pistilo (órgão feminino da flor) sobre o qual o pólen vem a depositar, o que permitirá a fecundação.

                                                F

FLOR - Órgão da planta adaptado à reprodução sexuada em que o pólen proveniente da parte masculina estame é transferido para o ovário da parte feminina (pistilo) para que se dê a fecundação e surjam então as sementes.

   
  FRENTE - é por onde a planta cresce, onde ocorre a nova brotação no replantio a frente tem que esta livre para crescer dentro do vaso e quando a planta começa a sair pela borda é a hora de replantar



FOTOSSÍNTESE - O termo fotossíntese significa síntese que usa luz. É um processo no qual as plantas obtêm açúcar e carboidratos, que são o seu alimento, através da água, do dióxido de carbono do ar e a clorofila presente na folha.  No ar que respiramos existe um gás muito importante, o dióxido de carbono. Esse gás entra nas plantas pelas folhas. A luz do Sol fornece a energia para a formação da matéria orgânica (açúcar). Apesar de ser tão importante, a fotossíntese necessita de muito pouco para acontecer: água, dióxido de carbono e luz. No processo da fotossíntese a planta liberta algumas substâncias de que não necessita, como é o caso do oxigênio essencial para a vida humana. "Um orquidário é uma fabrica de oxigenio..." pense na importância de se ter o "verde" presente em nossas vidas!


                                                G
GÊNERO - Subdivisão de uma família que agrupa espécies muito próximas. O nome do gênero vem em primeiro lugar na designação latina de uma planta.

GINOSTÉMIO - Órgão central, em forma de coluna, das flores das orquídeas, constituído pela junção do estame e do pistilo.


                                                H

HABITAT - Local ou região, delimitado com características singulares, onde uma planta vegeta. Existem diversos tipos de habitats no mundo todo. Desde lodaçais e prados úmidos, florestas sombrias, dunas, rochas, mangues, subsolo, árvores, prados e relvados, etc. 




HASTE FLORAL - Longo ramo desprovido de folhas que parte da base da planta e é repleto de flores.                             ex: haste floral de Oncidium varicosum var. baldin
                                      










HÍBRIDO - Resultado do cruzamento entre espécies, subespécies ou híbridos, dando origem a uma nova planta, que apresenta as características dos pais que a geraram, alem de ser uma planta diferente de qualquer espécie, ela recebe as características de todas plantas envolvidas no cruzamento podendo inclusive florir mais de uma vez no ano! ex da foto: brassolaeliocattleya Melody Fair "Carol" ( brassavola, cattleya e laelia envolvidas no cruzamento dessa planta abaixo:
                                     
HÍBRIDO INTERGENÉRICO - Híbrido entre plantas ou híbridos de dois ou mais gêneros.

HÍBRIDO NATURAL - Híbrido encontrado naturalmente, nas natureza. Isso acontece com mais frequencia em habitats de mais de uma espécie e que costumam florir na mesma epoca. ex: cattleya walkeriana x cattleya loddigessi : cattleya dolosa(foto: Cattleya dolosa cor alba)
                             

                                                    I
INFLORESCÊNCIA - Termo genérico para designar a parte floral de uma planta.
IMAGO - Forma definitiva do inseto, depois das suas metamorfoses, na qual se lhe define o sexo.

                                                   L

LABELO - Pétala maior e mais colorida da orquídea, aonde difere das outras duas pela forma, dimensão, tonalidade, etc.. Serve de plataforma para os insetos polinizadores. ex da foto : orquidea bambu( planta terrestre de sol)  nome cientifico arundina graminifolia.
                                 


LITÓFITA ou Rupicola  - Planta que se desenvolve sobre rochas. 









                                              M

MEIO DE CULTURA - Material onde são germinadas as semente. esta tecnica da foto se chama cultura em vitro, onde as sementes do fruto da orquideas são colocadas no meio de cultura.  O aspecto do meio de cultura é semelhante a uma gelatina  que fica no fundo fo vidro, rica em nutrientes essenciais para a germinação das sementes.

                                        




MERICLONE - Planta obtida através de
meristema.

MERISTEMA - Divisão clonal de uma planta parte dela de onde se retiram as gemas de brotação que estimuladas se transformas em centenas de outras plantas iguais a que foi retirada a gema de crescimento, também chamada micro propagação ou cultura de tecido.


Vanda é uma espécie de orquidea
 de crescimento monopodial
MONOPODIAL - É o crescimento da planta apenas no sentido vertical. (para cima)


















Pequena orquídea ainda jovem é considerado uma muda.

MUDA - Planta jovem obtida da germinação da semente ou de divisão, pode ser uma planta jovem ainda ou uma parte de uma planta adulta que se encontra suficientemente desenvolvida para poder ser replantada em outro vaso.

                                                    N

NIDOEPÍFITAS - Esse termo foi inventado por Hoehne ao descrever as espécies que desenvolveram uma combinação específica de raízes; a  é um ótimo exemplo. Crescem nos topos dos troncos das árvores, depois da bifurcação principal, produzem raízes finas.

NINFA - Forma intermediária entre a larva e o inseto adulto.

NÓ - Junção da haste ou pseudobulbo no qual se originam as folhas, em alguns gêneros flores e novos crescimentos.

                                                    O

ORCHIDACEAE - Termo usado para nomear provavelmente a família vegetal com o maior número de plantas. 
Algumas epífitas, terrestres e rupicolas, rizomatosas na sua maioria.


                                                   P
PANÍCULA - Inflorescência que possui uma haste ramificada. Geralmente as flores mais baixas abrem primeiro.

PARASITA VEGETAL - Vegetal que suga a seiva de outro vegetal, o que não é o caso das orquídeas que são consideradas apenas epifitas usando a árvore como tutor para se sustentarem e vegetar com boa iluminação dentro da floresta.

POLÍNIA - Grãos de pólen ou massa de consistência cartilaginosa, cerosa ou granulosa que se aglutinam e ficam sensivelmente com forma esférica.





PSEUDOBULBO - Um bulbo falso. 
Numa orquídea epífita, o pseudobulbo é um tiipo de caule espessado que emerge do rizoma a intervalos e serve de órgão de armazenamento para água e substâncias nutritivas.


                                                R

RACEMO - Inflorescência sem ramificação.


RAÍZES AÉREAS - Que se desenvolvem no ar, emitidas por caules aéreos. Suas funções são frequentemente, a de segurar a planta a árvores ou a outros suportes e a de absorver humidade do ar
.




Observe que o rizoma dessa planta é bem alongado,
 havendo um espaçamento entre os bulbos,
diferente de outras em que o rizoma é mais curto

RIZOMA - Caule carnudo que une sucessivos brotos. Pode estar no subsolo ou na superfície do solo nas espécies terrestres, como também nas epífitas que ficam na superfície da casca a árvore. Seu crescimento dura mais de uma estação, e é um órgão de armazenamento de reservas.




RUPÍCOLA - Planta que vegeta sobre as pedras.

                                                 S
SAPRÓFITA - Planta que retira o alimento de organismos mortos. São raríssimas. A primeira orquídea foi coleta em 1928 na Austrália, trata-se da Rhizanthella gardneri.

SEEDLING - Planta nova, ainda crescendo. Período que varia da semente até a primeira floração.

SIMBIÓTICO- é uma relação mutuamente vantajosa, na qual, dois ou mais organismos diferentes são beneficiados por esta associação. A simbiose implica em uma inter-relação de tal forma íntima entre os organismos envolvidos que se torna obrigatória. 
No meio orquidofilo conhecemos a relação entre a Micorriza (que é um fungo), que vive em simbiose com as orquídeas e outras plantas epífitas, habitanto as suas raizes.
 Esse fungo transforma a água e os detritos que são depositados nos troncos das árvores em elementos nutritivos.





SIMPODIAL - tipo de crescimento de orquídea. ela tende a "andar" dentro do vaso, porque suas brotação é no sentido horizontal, pela frente da planta e muitas vezes pela traseiro também.

                                    











SPHAGNUM - Musgo d'agua (usado como substrato). 
                                










SUBSTRATO- Material utilizado para plantar orquídeas como: xaxim desfibrado, fibra de coco, casca de pinus (curtida), etc.
                                   

              

                                                  T

TAXONOMIA- É a ciência que classifica os seres vivos. Também chamada de “taxionomia” ou “taxeonomia”, ela estabelece critérios para classificar todos os animais e plantas sobre a Terra em grupos de acordo com as características fisiológicas, evolutivas, anatômicas e ecológicas 

TERRESTRE - Plantas que vegetam na terra.

TRASEIRO - São os pseudobulbos velhos nas orquídeas simpodiais, que ainda tem capacidade de reproduzir uma nova planta. Precisam ter os "olhos verdes"(gemas dormentes que ficam na base.)

TÚNICA - Invólucro exterior livre, membranoso ou fibroso, que envolve vários tipos de bulbo.

                                                    U

Aquarela de Maria Cecília Tomasi


UNIFOLIADA - Diz-se das orquídeas que possuem uma única folha.ex: Cattleya Warnerii tipo

                                                  






                                                  V
Cattleya Warnerii -variedade coerulea,
 diferente da cor tipica da espécie.

VARIEDADE – Subdivisão das espécies que se fundamenta em pequenas diferenças nos caracteres distintivos dos indivíduos da mesma espécie.











A ponta da raiz quando está em crescimento
 possui uma coloração diferenciada como na foto.


VELAME - Como uma capa esponjosa, de cor clara do branco ao cinza claro e que fica envolvendo as raízes para protegê-las da perda da água e ajudar na absorção.

Enviar um comentário