segunda-feira, 15 de junho de 2015

CYMBIDIUM- EXOTICOS, RESISTENTES E DE MUITAS FLORES!

Cymbidium dorothy stockstill 'forgotten fruits'

Cymbidium híbrido
Cymbidium Judith Wooldridge
Cymbidium atlantes
Parte vegetal do Cymbidium-
bulbo redondo e folha comprida,

 vaso fundo pois emite muitas raizes.
Originária da Ásia, de países como a China, Índia, Sri Lanka, Nepal, Malásia, Filipinas ou Vietnã e também da Austrália, a espécie Cymbidium é um dos genero de orquídea mais propagados pelos produtores que atendem o mercado brasileiro de flores. A espécie se adapta muito bem ao clima brasileiro podendo ser cultivada em vasos e canteiros de jardim. É vendido essa época do ano para presentear as pessoas, decorar escritórios e consultórios pois possui uma folhagem muito ornamental e suas flores são cerosas e duráveis! Sem contar a grande variedade de cores e a sua durabilidade que pode passar de um mês. Os vasos de Cymbidium sempre apresentam muitos cachos que encantam as pessoas. Por isso a espécie  também é amplamente usado no mercado de arranjos florais e até buque de noivas! 
As plantas produzidas atualmente para o mercado de flores são híbridos de ótima genética e precocidade e apesar de não ser muito apreciado por grande parte dos colecionadores por suas flores não ter um padrão de perfeição como as demais orquídeas, é uma excelente planta para se ter no jardim, pois é de fácil cultivo e rápida propagação, adora o sol e é avida por nutrientes para crescer e florir todos os anos.
Cymbidium tiny-tiger cross sarah peach
Atualmente são 70 espécies terrestres e também epífitas catalogadas e uma infinidade de híbridos de muitas cores!
 Os Cymbidium são orquídeas muito colecionadas pelos europeus porque lá se podem cultivar facilmente do lado de fora da casa, nos jardins a pleno sol.   E é fora do Brasil que esse apreço é tão grande, pois existe uma sociedade exclusiva, com sede na Califórnia só para amantes da espécie.
 O endereço é www.cymbidium .org ,e traz informações sobre o gênero e dicas de cultivo.

Cymbidium Brown Beauty
Os cymbidium florescem uma vez ao ano, e aqui no Brasil a época é durante o outono e o inverno.
O que induz a sua floração além de adubação rica em fosforo é a diferença térmica da temperatura do dia para a noite. Durante o Verão podem se adaptar a temperaturas acima dos 30 graus, mas a temperatura  ótima deve ficar entre os 23 e os 30°C.  No Outono para que se produzam as hastes florais, a temperatura deve situar-se entre os 10 e os 15 °C durante a noite. A espécie deve receber a maior iluminação solar possível durante o cultivo, pois essa é uma das razões mais frequente para a falha na floração do Cymbidium é justamente a carência de radiação solar durante a época de crescimento. Pode ser cultivado dentro do orquidário pois em algumas regiões do Brasil a temperatura beira os 40 graus e o telado diminui essa temperatura um pouco.No cultivo em vaso isso deve ser feito de forma gradativa para que não queime as folhas. Se a planta está acostumada a sombra vá fazendo essa mudança a cada três meses até estar recebendo boa iluminação. Atualmente existem espécies que florescem sem a necessidade de indução como o Cymbidium dorothy stockstill 'forgotten fruits'.
A espécie Cymbidium deve receber uma adubação bem maior que outras espécies de orquidea, pois necessita de muitos mais nutrientes, principalmente o fosforo que usa para as raízes e a floração.

Cymbidium dorothy stockstill 'forgotten fruits'
Cymbidium Cliff Hutchings 'New Horizon’

As parte vegetal é constituídas por pseudobulbos de tamanhos variados dependendo da espécie e formato oval de onde saem folhas eretas e finas, com uma dobra longitudinal ao centro da folha.
 As folhas da espécie Cymbidium são decíduas, isto é permanecem nos bulbos antigos por alguns anos e depois vão amarelando e caindo, o que é normal na espécie.
 Fica apenas o pseudobulbo com a aparência de seco em virtude da palha que o recobre, mas  se estiverem robustos ainda são úteis à planta como reserva de água e nutrientes. É desses bulbos também que saem os novos brotos, por isso não devem ser arrancados de forma alguma. A melhor época para o replante é após a floração quando a espécie se prepara para iniciar a nova brotação que vai florir no ano seguinte.

Cymbidium plantado em vaso de forma terrestre.
Estas orquídeas gostam de temperaturas temperadas 14 e os 28 graus mas sobrevivem facilmente a temperaturas mais baixas e temperaturas mais altas com boa circulação de ar. Gostam de luz, até o sol direto e gostam de vasos altos, pois emitem muitas raízes grossas. O substrato deve proporcionar uma boa drenagem para evitar acumulação de água nas raízes que pode causar o apodrecimento da planta. As regas poderão ser frequentes, mas convém não manter as raízes sempre molhadas para que evitar apodrecer. Lembre-se que para orquídeas o que é prejudicial é o excesso!
 O substrato para quem cultiva Cymbidium em vasos deve ser uma mistura para plantas epifitas acrescida de húmus esterilizado e areia de rio. existem outras opções de substratos também, pois a espécie tem hábitos terrestres e também pode ser plantada no chão formando canteiros, expostos ao sol. Bom cultivo!








Enviar um comentário