quinta-feira, 2 de julho de 2015

SUA ORQUÍDEA NÃO DÁ FLOR? -APRENDA A TER LINDAS FLORES!!




Uma Vanda que tenho há 5 anos-No segundo ano a planta ficou muito mal e cheguei a achar que a perderia, mas com a correção da adubação a planta emitiu muitas raizes e voltou a florescer perfeita novamente agora em 2015.

Porque minha orquídea não floresce?

 Essa é uma pergunta de muitas pessoas que já adquiriram uma orquídea com flor e depois ela não floriu mais... Ou então comprou uma planta jovem esperando que ela fosse florir um dia, mas nada de flor... Vou tentar te ajudar a entender o que pode estar acontecendo...



Primeira floração: Cattleya percivaliana-
Dois bulbos floridos ao mesmo tempo

 com ótimo tamanho cor e substancia. 
a planta foi adquirida em 2012
com tamanho 2' e a floração é desse ano, maio de 2015

Bc. Hippodamia kelvin lucky- Floração 2015- Planta
que floresce até tres vezes no ano com alimentação
correta e balanceada!
  Quando as pessoas adquirem uma orquídea com belas flores e levam para casa muitas vezes não conhecem nada sobre o cultivo dessas plantas, mas se encantam pela sua beleza e depois que as flores secam, acabam deixando a orquídea junto com outras plantas e percebem dois tipos de situações indesejáveis, mas que são as mais comuns de acontecer. A primeira situação onde a planta está fraca e sem a nutrição adequada, acaba ficando cada vez mais feia chegando a ser atacada por pragas ou por doenças e morrendo e a segunda situação onde a planta ainda saudável continua crescendo sem a devida nutrição e não emite mais flores, ou então demora anos para florir absorvendo só o que tem no ambiente, sem contar que a flor nem sempre vem tão vistosa de novo.
 Isso acaba desanimando as pessoas e criando o mito que é difícil o cultivo de orquídeas, Mas não é. O que falta mesmo é apenas informação, e se depender desse texto você terá belas flores daqui para frente!!


Cattleya schilleriana-espécie que muitos dizem de difícil cultivo.
 Essa é a floração de outubro/2014


Como as plantas se alimentam?

Os fatores principais e que mais a planta necessita ter para vegetar com saúde e florescer normalmente a cada novo ciclo, são: um ambiente adequado, com luz, umidade e ventilação, onde ela pode absorver carbono, hidrogenio e oxigenio, nutrientes orgânicos e os minerais, que recebe atravez de uma Adubação equilibrada e completa, pois no ambiente urbano existe uma total escassez de recursos minerais para nutrir uma orquídea. Diferente do ambiente natural onde às orquídeas se inserem no meio e retiram sua nutrição mineral da decomposição dos detritos que caem sob suas raízes e são transformados aos poucos em nutrientes minerais. 
Dentro das cidades, nas casas e apartamentos também é possível  cultivar orquídeas de forma natural com muita qualidade proporcionando o que elas precisam, criando um lugar especial para elas se adaptarem com umidade luz, ventilação e uma ótima adubação.

A floração é uma etapa do ciclo em que a planta gasta grande quantidade da energia que ela acumula das adubações durante a fase de crescimento e pré-floração. Para você que quer ter sucesso no cultivo de orquídeas saiba que a boa floração começa com uma nutrição balanceada contendo os 13 nutrientes essenciais desde a brotação!


Comprei esse híbrido florido em 2011 e em 2012 não floriu.
Entrei em 2013 com a adubação nova e ano passado em dezembro
A planta voltou a florir! Melhor do que antes!

Mas a maioria dos adubos do mercado não tem todos os nutrientes que a planta precisa, e isso é uma realidade que a grande maioria das pessoas desconhece. O que a maioria das pessoas acha, é que aplicar um adubo NPK resolve para alimentar a planta. 
Resolve apenas por um tempo, até começar a faltar os outros nutrientes. Dai em diante a planta  começa a apresentar deficiência nutricional e fica vulnerável ao ataque de alguma praga, ou doença. Por esse motivo em 2012 eu utilizava mais de um produto para adubar minhas orquídeas. Com um NPK fornecia os macronutrientes e com outros dois produtos fornecia o restante dos macro e micronutrientes, mas mesmo assim observava que não era tão satisfatório e algumas plantas apresentavam deficiência nutricional e percebi que era muito difícil acertar as quantidades de cada adubo para fornecer as minhas orquídeas tudo de uma forma balanceada e o excesso de um nutriente acabava inibindo a absorção de outro. Causando o problema do mesmo jeito.



Dendrobium nobile- floração 2014

De lá para cá eu comecei a estudar a nutrição das orquídeas a fundo e procurava um adubo que fosse mais orgânico porque era a forma mais natural e balanceada de nutrir as plantas, mas ao mesmo tempo não estragasse tanto o substrato, como os adubos orgânicos convencionais.

Foi atrás desse adubo que eu conheci a Agro Oceânica, uma empresa especializada em nutrição vegetal e que atua na agricultura desde 2003.


O mesmo dendrobium florido agora! Set. 2015
reparem que a planta está maior!


Ela investe muita em pesquisas na área de nutrição vegetal visando facilitar o cultivo de orquídeas e de outras espécies de plantas ornamentais em ambiente domestico.


Catasetum-Floração 2013


Possui também amplo conhecimento da pesca marinha e com o objetivo de aproveitar os recursos naturais, vem acumulando tecnologia e desenvolvimento nos processos de produção em escala comercial do hidrolisado de peixe via fermentação enzimática natural, que é a base de seus produtos.



Catasetum Mary Spencer- floração 2015 e podium
 na exposição de Rio Claro. Uma das maiores do Brasil!
Os adubos da linha Amino Peixe e Linha Fert + Mineral da Agro Oceânica, são fertilizantes oriundos de fermentação enzimática de pescados marinhos e contém naturalmente: Macro e micronutrientes(Que são essenciais!!), e mais ainda: aminoácidos, quitosana, óleo de peixe, colágeno, hormônios enraizadores, ácidos graxos voláteis, carbono orgânico, acido húmico e fúlvico, tudo isso prontamente assimiláveis pelas plantas. Estas são substancias que junto com os macros e micronutrientes favorecem o correto desenvolvimento da planta, atuando como regulador natural do equilíbrio nutricional e metabólico ativando a fotossíntese e a exploração do seu potencial biológico e fisiológico. Esse adubo foi desenvolvido também para atuar no substrato melhorando a condição para as raízes captarem recursos ali disponíveis, e além disso posso afirmar que quando a planta está bem nutrida, tem a capacidade de criar suas próprias defesas, resolvendo outro grande problema do cultivo domestico.
Phalaenopsis- floração 2014

Nas matérias do blog o foco é em observação e alimentação correta das plantas para ter sucesso no cultivo. Quando o tema é pragas e doenças o que eu ensino é a prevenção delas, com produtos naturais que todos temos em casa e com adubação de qualidade. Hoje todos elogiam minhas plantas e fico muito feliz com isso mas sei que tenho ajuda de um ótimo produto por isso eu indico para você para que experimente e possa comprovar!






       Endereço eletronico:WWW.AGROOCEANICA.COM.BR ou ligue:  
(19) 3814-5122 horario comercial

Os que tenho usado em minhas orquídeas, suculentas, verduras, flores ornamentais e também em atendimentos como Personal Garden são:
 AMINOPEIXEGARDEN, adubo com foco em flores e raizes, e o AMINOPEIXEALGASFOLHAS, que possui em sua composição algas marinhas do gênero Ascophyllum nodosum, que quando utilizada na nutrição das plantas proporciona um maior desenvolvimento vegetativo, mesmo sob condições ambientais diversas, o que hoje em dia é muito comum por causa das mudanças climáticas. As algas são fontes naturais de citocininas, que são hormônios vegetais que promovem a divisão celular e retardam a senescência, que é o processo natural de envelhecimento. Os compostos presentes em Ascophyllum nodosum, permitem que a planta tenha diferentes formas de atividade biológica, como por exemplo estimular as respostas de defesa da planta. Alem disso plantas pulverizadas com produtos à base de Ascophyllum nodosum, podem sofrer um aumento da atividade de nitrato redutase, uma enzima do metabolismo do nitrogênio, estimulando o crescimento de plantas em condições adversas, principalmente deficiência de nitrogênio, isso resulta em plantas que se desenvolvem plenamente e ficam aptas a florir pois conseguiram se desenvolver plenamente durante a fase de crescimento. 
A Agrooceanica tem também outros tipos de adubos para nutrição vegetal de qualquer planta, pois sua a base do adubo é orgânica, No caso de Vandas e Phalaenopsis que são monopodiais, tenho a dizer que são espécies que devem receber adubações constantes e completas pois são monopodiais e não tem estrutura para reserva.

 A linha de fertilizantes AMINOPEIXE encaixou perfeitamente em meu cultivo domestico, melhorando inclusive outros tipos de plantas que possuo em minha casa. Vejam algumas fotos:






ABRAÇOS A TODOS E TENHAM LINDA FLORES COMO EU! É O QUE EU DESEJO PARA VOCE!!!
Enviar um comentário