sábado, 12 de setembro de 2015

ENCYCLIA- UM GENERO UNICO E CATIVANTE!

Encyclia cordigera

Encyclia plicata

O gênero foi proposto no século passado quando o botânico hooker descreveu a espécie tipo, mas no ano seguinte voltou a classificação anterior e por muitos anos a espécie esteve subordinada ao mega gênero Epidendrum. Mas em 1975 Pabst retomou o gênero em sua obra Orchidaceae brasilienses, onde com diferenças visíveis, na flor e também na parte vegetal era separada novamente do gênero Epidendrum e hoje conta com mais de 180 espécies catalogadas que habitam preferencialmente matas abertas e quentes com bastante luz, e também locais que passam por períodos de seca, desde o nível do mar até mil e quinhentos metros acima.
Encyclia alboxanthina

 As espécies estão espalhadas Desde os Estados Unidos, México, passando pelo Caribe, Brasil entrando pela Amazônia e descendo pelo cerrado, até chegar a Argentina. Logicamente por causa do desmatamento e da coleta criminosa, nos habitat estão mais escassas, e tem nos orquidófilos um aliado para a preservação da espécie, que hoje são encontradas por causa da germinação das sementes em laboratório. Existem coleções exclusivas de Encyclias, e eu como apreciador não deixaria de telas!

Encyclia randii
Quase a totalidade de espécies possuem características distintas na parte vegetal, que faz do gênero ser facilmente identificado mesmo sem flores.  Possuem pseudobulbos cônicos ou esféricos, se apresentando de forma robusta, com uma até quatro folhas, finas, coriáceas e também lanceoladas. As flores emergem do alto dos pseudobulbos sem espata, em hastes florais arqueadas, rijas, podendo ser racemosa ou paniculada.
Encyclia maderoi

 Em geral as espécies de Encyclia emitem muitas flores de perfume agradável. As pétalas e sépalas são similares na forma e na cor e o labelo é livre com cores chamativas e aveludadas.  As abelhas e alguns pássaros são seus polinizadores atraídos pelo perfume do néctar e suas cores apaixonantes. São plantas muito vistosas, de flores pequenas com tamanhos, abaixo de quatro centímetros de diâmetro, mas encantadoras e perfumadas. As cores também são um atrativo a parte, vão do amarelo ao verde musgo, com manchas purpuras e brancas, e também existem róseas, purpuras, marrons e alvas. A durabilidade das flores é alta, cerca de 30 dias, podendo passar conforme o local e a saúde da planta.

São orquídeas de fácil cultivo e por esse motivo tem aumentado nas coleções dos orquidófilos. A espécie aprecia muita luminosidade podendo ficar junto com as Cattleyas, e apreciam muita umidade, mas sem encharcamento.
Encyclia parviflora

A ventilação do local é essencial para afastar as pragas e secar o substrato.Pode ser plantada em cascas, placas e pedaços grandes de madeira simulando o plantio natural, pois possuem raízes finas, sendo essa outra adaptação da espécie para viverem nos habitats.


Encyclia megalantha
Em geral são habitats que ao cair da noite a temperatura desce e a umidade sobe consideravelmente, havendo uma diferença térmica. Para cultiva-las em vaso também é fácil. Procure utilizar como substrato, pedras como seixo rolado,brita granilítica, pedra mineira entre outras, misturada com carvão vegetal picado e um pouco de casca de pinus também picada, por exemplo, pois mesmo que utilize vaso plástico para melhorar a umidade da planta, não correrá o risco de apodrecimento das raízes.

Em locais muito úmidos é mais fácil utilizar vasos de barro, ou fazer um plantio acoplado fixando a planta na madeira e colocando dentro do vaso. Enfim é bem simples, basta observação, poisa espécie precisa de muita umidade noturna com dias secos e quentes, para se manter hidratada. 

São plantas bem rusticas e com ótima reserva em seus bulbos podendo ser cultivadas de forma bem simples sem exageros. Embelezam qualquer ambiente deixando-o perfumado!




                                         Bom cultivo! 
Enviar um comentário