sábado, 19 de novembro de 2016

ILHA DE ANCHIETA- UBATUBA SP -PARAISO PRESERVADO-

Capivara tomando banho de sol na saida do corrego da represa que acaba na enseada da praia de palmas. os animais ficam soltos no parque e convivem em harmonia com os visitantes.


Vista da trilha que terrmina na praia do sul. No meio
 da trilha há um mirante com vista para 
toda a enseada das Palmas. A agua do mar
tem um linda cor turquesa!
Neste mês de novembro fui visitar a ilha de Anchieta, que fica no Mar de Ubatuba-SP.A ilha faz parte do parque e nada pode ser alterado mais, e por esse motivo tanto a fauna como a flora se destacam aos nossos olhos mostrando sua beleza!!
 O passeio até que foi rapido, cerca de três horas apenas( snif), mas mesmo assim pude alem de nadar nas águas claras de suas praias, observar os animais que vivem soltos pela ilha e também apreciar algumas especies de orquídeas! Entre as que pude observar, o epidendrum radicans e o epidendrum latilabre em muitas e grandes touceiras nas amendoeiras de praia e em outras arvores da 
Catasetum sp- como estava sem flor só deu
para admirar a imponencia de seus brotos
enormes
ilha, que tambem abrigavam a cattleya intermédia e espécimes de catasetum e também de cyrtopodium. Pelo chão da mata encontrei a oeceoclades maculata.
Acredito que existam muitas outras especies de orquídeas no restante da ilha, mas para descobri-las seria necessário passar mais tempo lá e estar preparar para se aprofundar nas matas da ilha.


Epidendrum latilabre- é a mais abundante
na ilha. Este exemplar estava proximo as 
ruinas do presidio em uma amendoeira 
de praia.




 Os animais da ilha não se incomodam muito com as pessoas passeando por lá e por isso é possível ver quatis, capivaras e bugios, alem de gaivotas e muitas espécies de pássaros.
Para quem vai para Ubatuba e gosta de sossego, a visita a ilha é uma ótima pedida para descansar em contato com a natureza, e também se banhar em águas calmas e transparentes. 
Dependendo da embarcação é possível chegar a ilha em pouco mais de quinze minutos, tornando a Ilha Anchieta em um dos locais mais procurados pelos turistas durante o ano todo com seu belo visual de Mata Atlântica.
Aguape comum de agua doce tambem é encotrado na ilha.
e este totalmente florido não podia deixar de ser fotografado!
 Alem disso, praias belíssimas, trilhas ecológicas, passeios pelas ruínas do antigo presídio e um dos melhores pontos para mergulho do Brasil. 
 A Ilha Anchieta é a segunda maior ilha do litoral de São Paulo. São 828 hectares, que hoje fazem parte do parque estadual da ilha anchieta.

Algumas das plantas da ilha eu não
conhecia ainda
e me encantaram por tamanha beleza!!
Na Ilha encontramos também um pouco da história do Brasil. Habitada por índios até o inicio do século XIX, foi conhecida nesta época como Terra de Cunhambebe. Batizada pelos colonizadores como Ilha dos Porcos em 1904, teve nela instalada uma colônia correcional, posteriormente transformada em presídio político. Em 1934 o nome da ilha foi mudado para Ilha Anchieta como parte das homenagens ao quarto centenário do nascimento do Padre José de Anchieta.
  Em 1945 foram recolhidos a ilha o grupo de japoneses que faziam parte do Shindo Renmei, uma associação de carater nacionalista criada no interior do Brasil na decada de 1940 por isseis. Os Membros mais fanaticos da organização cometiam atentados violentos contra os descendentes japoneses que acreditavam na derrota japonesa na segunda guerra. O grupo matou pelo menos 23 pessoas e feriu outras 147 antes de serem levados a ilha. A maioria da pessoas atacadas pela Shindo Renmei eram imigrantes de origem japonesa.
 Em 1955, após intensas rebeliões carcerárias o Presídio acabou sendo desativado. 


Vista aerea da ilha de anchieta
Apos a desativação do presidio, a ilha ficou praticamente abandonada até 29 de março de 1977, quando foi criado o Parque Estadual da Ilha Anchieta, hoje integrado à rede de Unidades de Conservação administrada pela Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo através do Instituto Florestal. A parte historica da ilha possui mais de 2000 metros quadrados de edificações conservadas, juntamente com as ruinas do antigo presidio, quartel e vila civil.
Muitas das plantas da ilha tambem foram sendo
 trazidas desde a epoca da colonização. 
O Parque ocupa a totalidade da Ilha Anchieta e, além de proteger as riquezas naturais, preserva o rico patrimônio histórico- cultural representado pelas ruínas do presídio e suas instalações. Em visita a ilha e a sede do parque os monitores contam aos visitantes toda essa historia bem mais detalhada, incluindo outras historias que não conto aqui...
Hoje em dia, a Ilha Anchieta mudou totalmente seu perfil, passando a ter sua fauna, flora e riquezas históricas protegidas pelo Parque Estadual da Ilha Anchieta que tem como objetivos a proteção e a conservação desses ecossistemas naturais; o desenvolvimento de pesquisas cientificas; a realização de atividades de educação ambiental e de recreação em contato com a natureza. Neste sentido oferece atividades relacionadas ao ambiente natural como caminhadas ecologicas, praticas de mergulho e contemplação da paisagm exuberante! Os principais ecossitemas existentes no parque são o marinho, Floresta ombrofila densa, Restinga e vegetação de costões rochosos. Na ilha há tambem diversas espécies de aves, repteis e anfibios.


Flores da Ipomoea pes-caprae,
conhecida como ipomeia da praia.

Na sede do parque, encontramos muitas informações e painéis fotográficos, monitores de turismo para trilhas ecológicas e culturais. As instalações do antigo presídio, em ruínas, atraem o público para viver a atmosfera onde aconteceram importantes fatos para nossa história. E além dos turistas, mergulhadores, pesquisadores e outros estudiosos procuram a Ilha Anchieta durante todo o ano.

Bromelias fazem um show a parte e
são abundantes nos habitats
 de mata atlantica da ilha.
A Ilha Anchieta possui trilhas que constituem um imperdível contato com a Mata Atlânticas e suas belas praias. Ao desembarcar na ilha, o turista encontra monitores credenciados que acompanham os grupos por essas trilhas e a maioria delas, só podem ser percorridas com a assistência destes.

Algumas recomendações para estar preparado para esta aventura:
Alimentação: água, barra de cereal, lanche e restaurante na ilha.
Vestuário: bermuda, calçado apropriado e boné.

Acessórios / Equipamentos: repelente, protetor solar, óculos de sol, máquina fotográfica e mochila.



Duas das trilhas mais recomendadas para o seu passeio:

Epidendrum radicans- Especie de orquidea muito
encontrada em ubatuba. Tambem conhecida como
orquidea beija flor por suas flores fazerem alusão
ao passaro sugando o nectar da flor.
Trilha do Saco Grande - A caminhada começa na praia do presídio percorrendo uma área direcionada a estudos e pesquisas e segue em direção a um antigo Quartel onde foram mortos soldados e civis na rebelião de 1952. A vegetação está se regenerando e ocupando as casas da antiga Vila militar, trazendo de volta os primeiros moradores da mata. Ao final da trilha no costão rochoso deparamos com um mirante das ilhas da região e do mar aberto. Em dias claros é possível avistar tartarugas marinhas em seu habitat natural. Na volta tome uma ducha (Ducha do Maneco) reservada aos que fazem o passeio.


Praia do sul, onde termina a trilha.
Aguas calmas para as crianças nadarem! Entre as pedras,
é possivel observar centenas de peixes
formando um aquario natural!
Trilha da Praia do Sul - O caminho já era utilizado antigamente pelos pescadores e moradores da região. Hoje a trilha está documentada com capacidade de carga e pontos interpretativos da Mata Atlântica, restinga, lendas, histórias e grande variedade de fauna que é fonte de estudo para as escolas que visitam o Parque.
No meio da trilha há um mirante com vista para toda a enseada das Palmas.
Ao chegar à praia paradisíaca convive-se com pescadores tradicionais. A praia do sul com sua água cristalina e abundante vida marinha é um convite para o mergulho livre.



 Mais informações: (http://www.ambiente.sp.gov.br/parque-ilha-anchieta/)
a) Sede Administrativa:
Dias e horário de funcionamento: Diariamente das 9h às 17h. Exceto às quartas-feiras.
Telefones para informação: (12) 3842-1231
E-mail: pe.ilhaanchieta@fflorestal.sp.gov.br 
Gestor (a): Priscila Saviolo Moreira
Endereço: Avenida Plínio de França, Nº 85 - Saco da Ribeira - Ubatuba-SP ( Píer Saco da Ribeira )

b) Visitação:
Dias e horário de funcionamento:de segunda-feira a sexta-feira das 9 às 17h.
Fechado às quartas-feiras para manutenção ,e aberto todos dias durante os messes de dezembro, janeiro e fevereiro.
Endereço: Ilha Anchieta

Ingresso: R$ 13,00 por pessoa

Crianças de até 12 anos, adultos com mais de 60 e pessoas com deficiência também não pagam. Estudantes pagam meia entrada, mediante apresentação de documento.

Enviar um comentário